25 março 2011

Red Bull Pump Riders



Com fluidez impecável em curvas e obstáculos, medalhista olímpico de BMX foi imbatível no “pump track”, vertente do ciclismo em que os atletas não podem pedalar. Revelações locais Ebert Silva e Vinicius Gomes completaram o pódio.
 Mike Day à frente de Ebert Silva na final
O Red Bull Pump Riders atraiu neste sábado (19) em Paulínia, no interior de São Paulo, alguns dos melhores atletas de bicicross (BMX) e mountain bike (MTB) - entre brasileiros e estrangeiros - para um inédito desafio de pump track. Na modalidade, os atletas precisam impulsionar as bicicletas sobre um circuito de terra batida sem poder usar os pedais. Sem as correntes que tracionam as bikes, fluidez nos desníveis e coordenação dos movimentos são essenciais para conseguir a maior velocidade.
O show ficou por conta do norte-americano Mike Day, de 26 anos. Demonstrando melhor adaptação ao pump track construído no Centro Poliesportivo de Paulínia, o ídolo do BMX foi o mais rápido em todos os duelos e terminou coroado como campeão do Red Bull Pump Riders. O atleta local Ebert Silva, de 23 anos, chegou até a final, mas acabou sendo superado por Mike. Outra revelação paulinense, o pequeno Vinicius Gomes, de apenas 16 anos, completou o pódio ao superar o argentino Ramiro Marino na disputa pelo terceiro lugar.
Entre os 16 competidores estavam alguns dos maiores detentores de títulos nacionais e internacionais de MTB e BMX. Cada fase do evento teve duas baterias e os atletas trocavam de pista na segunda largada. Em caso de uma vitória para cada atleta, uma terceira bateria definia quem avançava de fase e o biker com melhor tempo na classificatória escolhia a pista na última corrida.
“Gostei muito deste evento e estou incrivelmente feliz com a conquista. Fiz o melhor que pude na pista, mas acho que poderia ter andado ainda mais rápido”, declarou o campeão Mike Day ao receber o troféu do Red Bull Pump Riders. Para chegar à final, o americano desbancou Wallace Miranda, Ademir Silva e o argentino Ramiro Marino.
“Estou na a final com meu ídolo”, declarou o paulinense Ebert Silva ao superar o conterrâneo Vinicius Gomes e se classificar para decisão. Largando pela primeira vez ao lado de Mike Day, a revelação local não se intimidou e fez de tudo pelo título do Red Bull Pump Riders.
Na primeira largada, Ebert derrapou levemente ao completar a primeira curva por fora, deixando o adversário abrir larga vantagem logo no início. Na segunda bateria, os dois chegaram a completar a mesma curva praticamente juntos, mas as potentes “bombeadas” do norte-americano nas ondulações da pista garantiram sua liderança antes mesmo da segunda curva. Quando entraram no trecho de pistas unificadas, Ebert já não tinha mais como alcançar Mike Day.
“Para mim, isso aqui foi a realização de um sonho. Claro que a meta era ganhar, mas estou feliz por poder ter representado bem a minha cidade ao lado do Vinicius”, disse o vice-campeão, se referindo à maior revelação do Red Bull Pump Riders, Vinicius Gomes. O atleta de apenas 16 anos foi eliminado após sofrer duas quedas na semifinal contra Ebert, mas arrancou elogios também do campeão. “Ter o dom para o pump track é o que faz a diferença aqui e o Vinicius, certamente é um dos que tem. É um jovem de grande talento”, analisou Mike Day.
RED BULL PUMP RIDERS – RESULTADO FINAL:
1. Mike Day (Estados Unidos)
2. Ebert Silva (Paulínia/SP)
3. Vinicius Gomes (Paulínia/SP)
4. Ramiro Marino (Argentina)
5. Matheus Furlan (Paulínia/SP)
Fonte: Red Bull