05 maio 2011

Ciclista atropelado fora da ciclovia da Av. Stª Tecla

Mesmo com a revitalização, sinalização de trânsito, construção de uma ciclovia, implantação de faixas de seguranças, lombadas e elevadas, a avenida Santa Tecla continua sendo palco de acidentes de trânsito. Por volta das 16h de ontem, o ciclista João Osvaldo Azambuja Nunes, 72 anos, trafegava próximo aos carros estacionados quando bateu na carroceria de uma carreta.

Nunes foi socorrido e levado para o Pronto-Socorro do Hospital da Santa Casa de Bagé. Um exame de raio X apontou uma fratura na perna. O idoso está internado e passa bem. A bicicleta ficou retorcida, um dos eixos do veículo passou por cima. O motorista não quis comentar o acidente. De acordo com estudantes da Escola São Pedro, cenas como a de ontem são comuns. Um dos jovens afirma que vários ciclistas não usam a ciclovia e transitam sobre a pista. “Mas também pouco adianta, os motoristas não respeitam as faixas de segurança”, reclama o jovem.


Em pouco mais de 30 minutos no local, a equipe de reportagem flagrou várias cenas de pedestres atravessando fora da faixa, ciclistas transitando em meio aos carros, oferecendo risco às próprias vidas e a terceiros. A carreta e a bicicleta foram recolhidas para o depósito do Detran.





RISCO: usuários de bicicletas insistem em andar entre os carros


IMPRUDÊNCIA: pedestres atravessam a pista a poucos metros da faixa de segurança 


Fonte: Jornal Minuano
Fotos: Bosco


Que a Av. Santa Tecla está uma bagunça, todos sabem. O projeto fugiu em vários pontos do original, canteiros, calçadas e até mesmo o próprio asfalto já estão danificados. Carros, motos e até mesmo carroças já foram avistadas transitando dentro da ciclovia, que é limitada por canteiro, o desrespeito é mútuo, pedestres caminhando na ciclovia, ciclistas transitando nas calçadas, ciclistas e pedestres transitando no trânsito, pedestres que não utilizam a faixa de segurança, motoristas que não respeitam os pedestres que a utilizam e por aí vai e tem muita coisa errada. 


Soluções? Educação é primeira delas!
Onde estão os agentes de trânsito para indicarem e auxiliarem os pedestres, motoristas e ciclistas?
Este não seria um dos serviços deles, educar e corrigir para depois autuar?


É comun e rotineiro ciclistas visitarem nossa loja (Ciclo Regert) para consertarem suas bicicletas devidos à acidentes causados por motoristas que atravessam as entradas de pedestres através da ciclovia, encurtando assim o seu caminho não efetuando o retorno nas rótulas da Av. Stª Tecla. 
Motos nas rótulas? Cena rara de ser vista. 
Este senhor que "bateu na carroceria de uma carreta" deu sorte de não ter acontecido coisa pior, pois aposto que a batida deve ter sido contrária, a carreta deve ter prensado o ciclista, mas resumindo, o lugar dele era na ciclovia e não na avenida. Muitos de nossos clientes tem nos reclamado da quantidade de pedestres utilizando a ciclovia como calçada, a venda de buzinas e campainhas nunca foi tão grande. O motivo da saída dos pedestres da calçada? A falta de respeito dos motoristas com as faixas de pedestres nas esquinas com certeza é uma delas. 


Esta conversa vai longe e reclamações vão existir de todos os lados, mas o importante mesmo é cada um de nós fazermos a nossa parte e respeitarmos uns aos outros, sem importar o seu meio de locomoção, sem importar o local ou cidade pela qual se trafega.  




Quer andar na ciclovia? Pedale...
Quer andar na calçada? Caminhe...
Quer andar de carro ou moto? Utilize a via e respeite a sinalização assim como todos os outros modais também devem fazer...

Faça a sua parte!!!